O comitê #ForaBolsonaro de Palhoça (SC), se somou ao grito dos excluídos e a greve dos Correios para gritar bem alto fora Bolsonaro e seu projeto de morte, queremos direitos, queremos vida!

A Marcha Mundial das Mulheres participou, no dia 07 de setembro, de mais uma campanha de solidariedade, que se somou ao Grito dos Excluídos, conjunto de manifestações populares que acontecem na semana da pátria desde 1995, no objetivo de denunciar a sociedade desigual em que vivemos e propor caminhos para uma vida mais inclusiva.

No Rio Grande do Norte, as atividades aconteceram nos municípios de Baraúna, Messias Targino, Upanema, Tibau, Natal, Mossoró e Governador Dix-Sept Rosado. Nas atividades, faixas foram colocadas em pontos turísticos ou estratégicos da cidade, além de colagem de lambes, distribuição de panfletos e rodas de conversa que deixaram um recado: a construção de um país democrático e para todos e todas depende, necessariamente, do Fora Bolsonaro!

Além disso, em Natal houve doação de máscaras, em Mossoró cestas básicas foram distribuídas no acampamento Terra Prometida e em Governador Dix-Sept Rosado uma interessante iniciativa foi tomada: para além da colagem dos lambes, da faixa e da roda de conversa com mulheres rurais sobre violência, conjuntura e organização feminista, todas receberam livros que deverão ser lidos e trocados umas com as outras ao final de cada leitura, o caminho inverso de um governo que quer taxar livros e impedir que a população tenha acesso ao saber!

O 26º Grito dos Excluídos mostrou, no dia da suposta independência do Brasil, que ainda é tão desigual e violento como o patriarcado e o capitalismo, que o povo resiste e se organiza para lutar por uma vida melhor e mais justa. Seguiremos em Marcha, até que todas sejamos livres!

 

#ForaBolsonaro no 26º Grito dos/as Excluídos/as no assentamento Tiradentes, em Baraúna(RN)

#ForaBolsonaro no 26º Grito dos/as Excluídos/as no assentamento Tiradentes, em Baraúna (RN)

 

#ForaBolsonaro no 26º Grito dos/as Excluídos/as – Assentamento Tiradentes, em Baraúna (RN)

MMM e o Comitê #ForaBolsonaro no Grito dos Excluídos em Palhoça (SC)