No 7 de setembro, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), realizou uma ação de solidariedade no Hospital e Maternidade Tereza Ramos (Lages/SC), em agradecimento e reconhecimento às trabalhadoras e aos trabalhadores da saúde. 

Além do símbolo do dia da Independência e do Grito dos Excluídos, apresentado pela Pastoral da Juventude, o ato de montagem e entrega das cestas de produtos contou a presença do Bispo Dom Guilherme, sindicatos, partidos políticos e instituições religiosas. “Foi um momento emocionante, realizado embaixo de chuva, com todos os cuidados exigidos” , observa Vilson Santin, dirigente do MST.

Foram doadas quatro toneladas de alimentos saudáveis produzidos em assentamentos e acampamentos da reforma agrária nos municípios de Correia Pinto, Lebon Régis, Ponte Alta, São Cristóvão do Sul. Com os alimentos organizou-se 200 cestas contendo aipim, alface, beterraba, cenoura, feijão, moranga, repolho, compotas com legumes, pão, cuca, doce de abóbora, bolacha e leite.

A imagem pode conter: comida e área interna

A imagem pode conter: comida e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e atividades ao ar livre

📸📸 Fotos: comunicação MST/SC