Na próxima segunda-feira, 7, para marcar o dia da Independência do Brasil, as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo se juntam ao Grito dos Excluídos, num Ato Cênico Performático – Em defesa da Vida, da Democracia e dos Direitos – para denunciar os retrocessos sociais, econômicos e ambientais no Brasil implementados pelo governo Jair Bolsonaro-Hamilton Mourão. O ato será  no gramado em frente ao Teatro Nacional, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, a partir das 9h.

Intitulado “Brasil, qual o seu grito? #ForaBolsonaroeMourão”, o objetivo do ato é gerar imagens que mostrem a trágica situação que o Brasil vem enfrentando em consequência do descaso do governo federal com a vida e os direitos da população. O ato, dirigido pelo dramaturgo brasiliense Zé Regino, foi pensado coletivamente e inspirado nas escolas de samba. Será organizado em alas e cada uma delas vai fazer uma denúncia, por meio de recursos cênicos, de forma estática, silenciosa, sem microfones ou autofalantes e respeitando o distanciamento social.

Os três temas – Vida, Democracia e Direitos – serão retratados pelos diversos movimentos sociais, coletivos políticos de resistência e partidos políticos de esquerda.

(Todas as normas sanitárias de afastamento, de não aglomeração e de uso de máscaras serão respeitadas )

Grito dos Excluídos
O Grito dos Excluídos é realizado tradicionalmente desde 1995, no dia 7 de setembro, como uma contraposição ao grito da Independência que, para os movimentos sociais, é um grito que ainda não se concretizou, tendo em vista a extrema desigualdade no país, que impede seu povo de ser realmente livre. Em sua 26ª Edição, o Grito dos Excluídos desse ano tem como lema “Basta de miséria, preconceito e repressão! Queremos trabalho, terra, teto e participação!”.

Serviço

Dia: 7 de Setembro
Local: Gramado em frente ao Teatro Nacional, na Esplanada dos Ministérios
Horário: 9 h

IMPORTANTE: FOTOS E IMAGENS DO EVENTO SERÃO DISPONIBILIZADAS PELA ORGANIZAÇÃO DO EVENTO.

 

 

Ato cênico #ForaBolsonaroeMourão vai marcar o 7 de Setembro em Brasília