A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, atividades ao ar livre e natureza

A pobreza no sertão é refletida no olhar dos brasileiros, que vivem sem nenhum tipo de apoio governamental

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

As ações de solidariedade da classe trabalhadora são, muitas vezes, a única alternativa de alimento para muitos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A pobreza e a fome não podem voltar a ser o normal no Brasil. Para isso, é preciso outro projeto de governo, voltado para a população mais fragilizada

A fome dos brasileiros mais vulneráveis não pode esperar. São milhares de pessoas necessitadas do básico para viver, que precisam da solidariedade de todos nós. É nesse sentido que os movimentos sociais estão trabalhando com afinco e muita solidariedade de classe. No município de Santa Cruz do Piauí, na última sexta-feira (14), a Campanha Mutirão contra a fome distribuiu 130 cestas de alimentos para famílias da Comunidade Chapada e bairro Vila Machado.

A ação aconteceu através da parceria entre o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o CRAS. O MPA está promovendo diversas ações para doar alimentos agroecológicos no Piauí, todos oriundos da produção das famílias de agricultores que compõe o movimento.

Os movimentos sociais envolvidos nessas atividades de doação de alimentos e materiais básicos de higiene fazem parte da campanha nacional Vamos Precisar de Todo Mundo, criada para abrigar e dar visibilidade às iniciativas dos trabalhadores, coletivos, sindicatos, entidades de classe, estudantis, coletivos e voluntários que estão realizando esses gestos solidários.

Desde abril, quando a campanha foi lançada pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, já foram arrecadados e distribuídos mais de 3 mil toneladas de alimentos. É a solidariedade entre trabalhadores, mais uma vez, demonstrando que a luta é de classe. Você pode doar via transferência bancária ou por meio de um ponto de coleta cadastrado. Acesse o site todomundo.org e fique por dentro de outras atividades solidárias.

Fora Bolsonaro

As doações também levam consigo a consciência política de que é preciso outro projeto de governo para o Brasil, que seja voltado para a classe trabalhadora e a população mais vulnerável.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na sexta-feira (14), em apenas 12 semanas, o número de desempregados no Brasil cresceu 31%, o que corresponde a um aumento de cerca de 3,1 milhões de brasileiros sem trabalho no país no período.

Um dos agravantes para os índices crescentes de desemprego é o descaso de Bolsonaro com as micro e pequenas empresas. Em outra pesquisa da Fundação Getúlio Vargas em parceria com o Sebrae, até o mês de maio deste ano, dos empresários que solicitaram crédito, apenas 14% receberam e 86% ainda aguardam ou tiveram o pedido negado, estimulando ainda mais as demissões e o desemprego.  As micro e pequenas empresas são responsáveis por  54% dos empregos formais do país.

O Brasil merece ser tratado com respeito e seu povo, com dignidade. Se você também discorda desse projeto privatista, que coloca a vida abaixo do lucro, acesse: https://www.campanhaforabolsonaro.com.br/

Outra campanha das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo é a Taxar Fortunas para Salvar Vidas, que visa promover o debate em torno da taxação dos super-ricos do Brasil que, atualmente, pagam os mesmos impostos que os trabalhadores e os pobres do país. A cobrança de taxas no Brasil é sobre o consumo e não, sobre lucros e dividendos, como ocorre em todos os países desenvolvidos, provocando imensa desigualdade social, ainda mais evidenciada pela pandemia. Assine o abaixo assinado.