O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) entregou cestas de alimentos para as famílias atingidas no bairro Maria Ortiz, em Colatina/ES. A ação foi organizada pelo MAB, no dia 7 de agosto, em parceria com o Comitê Colatina, através da Paróquia Sagrada Família e da Associação de Pescadoras e Pescadores.

Foto: Comunicação MAB/ES

Os alimentos entregue as famílias, são da produção de agricultura familiar dos camponeses organizados no Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), com origem agroecológica. Durante o ato, o Pároco Padre David Campos Maciel, fez a benção nos alimentos e reforçou a importância da comunidade adotar todas as precauções para conter a Covid-19 e preservar a vida.

Márcia Maria Lima, da coordenação do MAB no Espírito Santo, destacou o histórico de luta da comunidade e o objetivo da ação, reforçando “a necessidade da responsabilidade partilhada com as tarefas entre os homens e mulheres como forma de superar as desigualdades de gênero”, como afirmou, divulgando o lançamento da primeira cartilha voltada pro gênero seguida da entrega às mulheres presentes.

Foto: Comunicação MAB/ES

As lideranças da Comunidade também destacaram as dificuldades que vem enfrentando, além da perda do rio Doce, com a falta de indenização pelo crime das mineradoras Samarco, Vale e BHP Billiton, que somam com o problema de saúde causado pela proliferação de mosquito e nuvens de poeira do tráfego dos trens de minério, celulose e caminhões areeiros.

Na comunidade residem mais de 100 famílias e, nesta etapa, foram atendidas 26 famílias que se encontram com mais necessidades.

A solidariedade salva vidas e constrói direitos!