Na quarta-feira (24), o MST e a Rede Agroflorestal doaram cerca de 1000 kg de alimentos saudáveis à Comunidade da Família, na região do Aeroporto, em Ribeirão Preto. Fruto da reforma agrária popular, os hortifrutis, produzidos no modelo agroflorestal, beneficiarão em torno de 160 famílias, levando alimento, saúde e esperança durante a pandemia.

Rede Agroecológica

A doação faz parte da Campanha da Rede Agroecológica “Agroecológico Para Todos”.
que leva alimentos saudáveis às populações mais vulneráveis e fortalece a agricultura familiar e a agrofloresta na região de Ribeirão Preto

A campanha surgiu a partir da necessária medida de isolamento social para combater a disseminação do novo Coronavirus. Esta tem trazido impactos intensos à toda a sociedade. Entre eles:
– O fechamento das feiras livres e outros espaços de comercialização trouxeram dificuldades para o escoamento da produção da Agricultura Familiar, com risco de perdas no campo;
– A retração da economia tem agravado a situação de pobreza, colocando muitas famílias em situação de extrema vulnerabilidade e insegurança alimentar.
Muitas ações têm sido realizadas, formando um grande senso de solidariedade na sociedade.

Nesse sentido, a REDE, arrecada recursos que visa, de um lado, garantir a renda dos agricultores familiares da região, adquirindo seus produtos agroecológicos; e por outro lado, distribuir estes alimentos saudáveis para famílias em situação de risco na região de Ribeirão Preto.

Semanalmente, através do Instagram campanharedeagroflorestal a REDE apresenta a prestação de contas dos recursos arrecadados e a informação das comunidades beneficiadas com a doação dos alimentos adquiridos.
https://www.instagram.com/campanharedeagroflorestal/

Fazem parte da Rede: Cooperativa Orgânica Agroflorestal COMUNA da Terra e Cooperativa Agroecológica Mãos da Terra – COMATER, ambas do Assentamento Mario Lago, GCA (Grupo de Consumo Agroecológico) do Assentamento Sepé Tiaraju, Fazenda São Luiz, Sitião Agroflorestal, Instituto Nova Era, Mutirão Agroflorestal, Projeto Arte na Terra, Embrapa Meio Ambiente, Horta da Fazenda da Toca, CSA Sítio Santa Fé, Movimento de Trabalhadores Sem Terra – MST e Associação Cultural e Ecológica Pau Brasil.

Periferia Viva

Além disso, a ação solidária também integra o projeto Periferia Viva, a qual faz parte de uma rede constituída nacionalmente junto aos movimentos sociais que defendem os mais vulneráveis da população brasileira, auxiliando-os em busca de direitos e dignidade humana.

Distribuindo renda para o pequeno produtor e alimentação saudável a quem precisa, a Rede Agroflorestal é um exemplo concreto das propostas do Plano Emergencial de Reforma Agrária Popular, proposta esta do Movimento para o Brasil com o objetivo de criar empregos, produzir alimentos, movimentar o comércio e garantir renda e condições de vida dignas ao povo em meio à pandemia.

Campanha de Agroflorestal

O Grupo de Consumo Agroecológico Paul Brasil (GCA Pau Brasil) surgiu a partir da iniciativa da Rede Agroflorestal da Região de Ribeirão Preto, composta por agricultores familiares, produtores rurais, técnicos e estudantes interessados em fortalecer e difundir a produção e comercialização de alimentos de origem agroflorestal. Esta ação foi motivada pela redução dos espaços de comercialização que trouxeram dificuldades para o escoamento da produção e consequente aquisição de produtos agroecológicos, levando-os a criar esse canal de comercialização que aproximasse os consumidores dos produtores.

A REDE também tem como expectativa, a partir da criação do GCA Pau Brasil, sensibilizar a sociedade para a necessidade de reduzir a insegurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social de Ribeirão Preto, agravadas pela pandemia. Acreditam que com uma pequena contribuição sobre o valor das compras podem minimizar o flagelo da fome que se abate sobre muitas famílias de nossa cidade. Os recursos arrecadados através das doações sobre o valor de cada CESTA vendida será utilizado para aquisição de alimentos oriundos da agricultura familiar, que serão doados as famílias carentes.
Para conhecer melhor a proposta da REDE e aderir a CESTA AGROECOLÓGICA SOLIDÁRIA vinculada ao GCA Pau Brasil, acesse o @gca.paubrasil

📸 Fotos: Marialina/ Hemes

View this post on Instagram

O Grupo de Consumo Agroecológico Paul Brasil (GCA Pau Brasil) surgiu a partir da iniciativa da Rede Agroflorestal da Região de Ribeirão Preto, composta por agricultores familiares, produtores rurais, técnicos e estudantes interessados em fortalecer e difundir a produção e comercialização de alimentos de origem agroflorestal. Esta ação foi motivada pela redução dos espaços de comercialização que trouxeram dificuldades para o escoamento da produção e consequente aquisição de produtos agroecológicos, levandoos a criar esse canal de comercialização aproximando consumidores dos produtores. A REDE também tem como expectativa, a partir da criação do GCA Pau Brasil, sensibilizar a sociedade para a necessidade de reduzir a insegurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social de Ribeirão Preto, agravadas pela pandemia. Acreditam que com uma pequena contribuição sobre o valor das compras podem minimizar o flagelo da fome que se abate sobre muitas famílias de nossa cidade. Os recursos arrecadados através das doações sobre o valor de cada CESTA vendida será utilizado para aquisição de alimentos oriundos da agricultura familiar, que serão doados as famílias carentes. Para conhecer melhor a proposta da REDE e aderir a CESTA AGROECOLÓGICA SOLIDÁRIA vinculada ao GCA Pau Brasil, acesse o @gca.paubrasil Texto: @joaquim.lauro.sando

A post shared by Ação Solidária (@campanharedeagroflorestal) on