Confira o vídeo produzido pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, que traduz em palavras, música e beleza, a dor da exclusão, a  luta pela terra e pela dignidade, a justiça social que sempre vem tardia, quando vem. E a força desse povo que cansa, mas não para. Que chora, mas é solidário, que fica doente, mas tem que plantar a terra no dia seguinte.

Esse povo, que trás nas mãos a marca sofrida dos dias, mas não deixa de abraçar e de compartilhar com o próximo, sua colheita e seu amor.

Assista e se emocione. Assista e lute junto. Viva o MST!