A campanha, que já atuava por causa da pandemia de covid-19, agora tenta minimizar o efeito das chuvas para moradores

Todos os anos os moradores ribeirinhos do bairro de Peixinhos, localizado no município de Olinda, sofrem com a chegada do inverno. A água da chuva invade as casas devido às cheias do Rio Beberibe e também pelas goteiras nos telhados das casas. Assim, para que as pessoas da comunidade possam se proteger, está sendo feita uma campanha virtual para doação de lonas para cobrir os telhados das casas.

Além do alagamento, os residentes convivem com a falta de direitos básicos como saneamento básico. Os alagamentos acontecem porque o nível do Rio Beberibe sobe e não tem por onde escoar a água, então acaba entrando nas casas. “Muitos moram em palafitas, a arquitetura da sobrevivência, e mesmo sabendo que tem as cheias todo ano, eles não tem outro lugar para onde ir”, afirmou Renato Barbosa da Silva, morador de Peixinhos, agente popular de saúde e integrante do Movimento de Trabalhadores e Trabalhadoras por Direito (MTD), que completa “a maioria sobrevive com a ajuda do governo e com a coleta de material reciclado, o que é suficiente apenas para o básico”.

Isso gera uma dificuldade de proteção contra a covid-19 em plena pandemia, visto que não há condições de manter uma rotina de higiene pessoal. “Eles não têm acesso à água encanada ou material de higiene pessoal, muitos querem, mas realmente não tem condições financeiras para ter nem uma máscara de pano, então a gente tem que orientar os moradores dentro do que é possível para eles”, afirmou Renato. Com essa dificuldade de acesso, existe uma barreira que impede os moradores de se protegerem devidamente do vírus, estando ainda mais vulneráveis à doença.

Os ribeirinhos já estavam sendo beneficiados pela campanha Mãos Solidárias com roupas, materiais de higiene básica e alimentos oriundos da agricultura familiar desde o início da pandemia, mas, com a chegada do inverno, voltaram a lidar com a mesma realidade com a qual já convivem todos os anos,que são as consequências das chuvas fortes e da falta de infraestrutura. Então, a ação de solidariedade passou a incluir na campanha a compra e doações de lonas para que a população não esteja mais ainda mais insegura durante a pandemia. Com a atividade, foi criada uma rede para que a partir da união e organização dos moradores sejam todos ajudados.

As contribuições podem ser feitas com a doação das próprias lonas ou em dinheiro, através de transferência bancária. Quem tiver interesse em participar da ação de solidariedade, pode tirar suas dúvidas através do telefone (81) 99812.6686 e doar para a conta bancária abaixo:

Banco do Brasil
Ag: 3242-5
Cc: 37621-3
Senhorinha Alves
CPF: 056.000.014-60