Entidade contratou costureiras locais para colaborar com economia interna; objetivo é entregar mil máscaras. As ações em João Pessoa foram construídas em  parceria com o MTD e o Periferia Viva 

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep-PB) decidiu se somar às ações de solidariedade encampadas pelos movimentos sociais e a Central Única de Trabalhadores em meio a pandemia. O encaminhamento foi deliberado na última reunião da executiva, há duas semanas atrás, no intuito de aglutinar às iniciativas que a CUT tem promovido nacionalmente, que é de estimular os sindicatos a colaborarem com as ações de solidariedade nos estados.

“Nós discutimos internamente a melhor maneira que a gente poderia fazer, levando em consideração que diversas ações de solidariedade, e dos próprios governos, já têm cumprido essa função de distribuir alimentos e dado esse suporte. Nós achamos por bem ajudar na campanha educativa e fortalecer a utilização de máscaras para que se evite o contágio pela covid-19”, explica Felipe Baunilha da direção do Sintep-PB.

O Sindicato iniciou um processo de mapeamento de produtoras locais, as costureiras, destacando a necessidade de incentivar o mercado interno. Em João Pessoa já foram produzidas cerca de 300 máscaras, e em Cajazeiras foram cerca de 200.

“A nossa proposta é distribuir cerca de mil máscaras até o final do mês. Temos a expectativa de produzir mais trezentas máscaras para a região de Campina Grande, e estamos vendo a possibilidade de construir mais máscaras para Souza e Patos, cidades pólos e que têm apresentado altos índices da doença em relação ao Estado da Paraíba”, destaca Baunilha.

O Sindicato pretende contratar as costureiras locais de cada polo e não fazer as máscaras apenas em João Pessoa, no intuito de ajudar as pequenas costureiras: “A dificuldade tem sido a operacionalização já que a gente não quer fazer as máscaras só em João Pessoa”.

As ações em João Pessoa foram construídas em parceria com o MTD e o Periferia Viva – as máscaras foram entregues para a brigada de solidariedade do Periferia Viva em João Pessoa.

Em Cajazeiras, a distribuição tem sido feita em conjunto com a Marcha Mundial de Mulheres e outras organizações civis locais. As máscaras foram entregues na sede do Sindicato que, inclusive, tem servido de abrigo para mulheres em situação de violência.


Cajazeiras: Além das máscaras, Sindicato também está distribuindo sabão líquido / Foto: Reprodução

Em Campina Grande, o sindicato está fazendo articulação com outros sindicatos para operacionalizar a distribuição.

Além disso, todas as sedes do Sintep-PB nas cidades do interior do estado estão disponíveis para uso das/os profissionais de saúde.

“Reforçamos sempre a perspectiva da solidariedade de classe e junto aos movimentos sociais. Ao concluir, vamos avaliar na direção do sindicato, junto com os movimentos parceiros, as próximas ações de solidariedade. Estamos sempre orientando professores e professoras a ressaltar, nas suas atividades, a importância de ficar em casa neste momento, combatendo notícias falsas e educando os estudantes a valorizarem a ciência”, enfatiza Baunilha.

BDF