Os companheiros da Biblioteca Carlos Marighella e do Cursinho Popular Marielle Franco, com apoio de voluntários, atingiram a meta de arrecadar 70 cestas básicas que já foram distribuídas às comunidades do bairro Montanhão, em São Bernardo do Campo. O diferencial da ação é que cada cesta vai acompanhada de um livro e máscaras, propiciando o alimento para o corpo e para a mente. “Companheirismo e resistência, contra esses governos incapazes e fascistas!”.

A Biblioteca Carlos Mariguela e o Cursinho Popular Marielle Franco são uma construção do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, que tem realizado, juntamente a outros movimentos e entidades representativas dos trabalhadores do campo e da cidade, incontáveis ações solidárias por todo o país neste período de isolamento social. Somente o MST já doou até mais de 1200 toneladas de alimentos agroecológicos para as comunidades urbanas mais atingidas pelas medidas de contenção ao Coronavírus.

O MST também compõe a campanha nacional Vamos Precisar de Todo Mundo, que reúne centenas de parceiros  com o objetivo de apoiar e fortalecer as ações solidárias que os movimentos sociais estão realizando nesse momento.

As ações solidárias dos movimentos sociais contem em si a dupla função de levar um auxílio imediato a quem está sem nenhuma fonte de renda nesse momento e, também, esclarecer sobre a situação política do país. Em meio a uma pandemia, o presidente da República vive alheio aos problemas da população e seu ministro da Economia considera que “ajudar aos pequenos é perder dinheiro”, como disse Paulo Guedes em reunião divulgada na última sexta (22).