Para o enfrentamento da crise sócio-econômica do país, agravada pelo Coronavírus, as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo lançaram diversas propostas para que os governos adotem medidas emergenciais quanto ao abastecimento de água e energia elétrica, para as famílias mais atingidas pelo isolamento social provocado pela pandemia.

São elas:

-Garantir a isenção do pagamento do consumo médio mensal nas tarifas de energia elétrica, água e gás encanado, por 4 meses, para todas as famílias de trabalhadores formais e informais;

-Proibir o corte, cobrança de multas e aplicação de aumentos a qualquer um desses serviços durante a pandemia;

-Abastecimento de água por meio de caminhões pipa nos locais onde há desabastecimento.

– Fornecimento de gás às famílias que não podem pagar, além do congelamento do preço do botijão em R$ 40.

Essas propostas fazem parte da Plataforma Emergencial para o Enfrentamento da pandemia do Coronavírus e da crise brasileira, lançada pelas Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo no dia 13 de maio. As medidas foram elaboradas por movimentos Sociais, sindicatos e entidades organizadas em torno da agricultura familiar, da reforma agrária, dos povos e comunidades tradicionais, da agroecologia e da soberania alimentar, como um conjunto de propostas emergenciais para lidar com os efeitos da pandemia do novo coronavírus. A ação visa o atendimento à população do campo, das florestas e das águas, como também recuperar a capacidade produtiva e retomar uma política de abastecimento para reconstruir os estoques de alimentos e enfrentar a ameaça de agravamento da fome que se anuncia diante da crise na saúde e economia, devido à Covid-19.

Acesse a Plataforma na íntegra para conhecer todas as propsotas >> PlataformaEmergencialCoronavirus